quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Filme para se apaixonar infinitamente: Será que?

Primeiro de tudo, o título do filme me lembra o texto final de "Cartas para Julieta". O "E se?" que mata e agoniza a todos nós. É basicamente essa a temática do filme: será que vale a pena arriscar uma amizade por um amor? Será que vale a pena contar dos seus sentimentos quando se vive uma amizade tão simples, boa e pura? Será que contar, ainda deixará a amizade intacta? Será que é melhor deixar um namoro já tão bom e estável por algo incerto, mas que nos deixa tão mais vivos?

O filme se passa em Toronto e conta com os atores Daniel Radcliffe (impossível não ouvir a onda do cinema inteiro na primeira cena: HARRY POTTER!) e Zoe Kazan (a que também interpreta Ruby no incrível filme Ruby Sparks - outro filme indie, fofo e lindo que vale muito a pena assistir)



E acho que foi uma das comédias românticas dramáticas mais incríveis que eu vi esse ano. Consegui sacar uma pegada mais indie no filme, algo que achei incrível pra um filme mais comercial.



A história é basicamente a seguinte, Wallace (Daniel) está sozinho há mais de um ano, o fim foi trágico para um relacionamento que parecia tão bom. Wallace vê a sua história acabar da mesma que forma que a história de seus pais acabaram. Hospital, faculdade de medicina e... traição. Desde então, ele largou a faculdade e vive desiludido em relação ao amor, às pessoas e ao ~~convívio social. É então que acontece, pelo acaso, destino, ou magia branca, o personagem vai a uma festa e é lá que conhece sem intenção alguma, Chantry. Eles conversaram e sentiram a conexão daquela que poderia ser uma amizade fantástica e pura entre homem e mulher... ou não. Chantry tinha namorado - o que no começo parece ser só uma desculpa de quem quer evitar algum envolvimento, mas depois nos certificamos de que o namorado existe e que é uma peça fundamental para o humor e, logicamente, para o drama da história inteira.


O que me chamou muito a atenção (acho que já vão adivinhar o que direi...) ILUSTRAÇÕES (todo o meu amor) <3 <3. Chantry é animadora e os desenhos são presentes no filme inteiro, achei interessante mostrar esse lado animação numa obra realista, deu um toque mais especial à apresentação inteira.

Em resumo, o filme é fantástico e não tenho como não destacar o casal interpretado por Adam Driver e Mackenzie Davis dando o toque meio estereotipado, mas incrível, do casal mais descolado e moderno.

É um filme despretensioso, não busca abrir os caminhos do teu cérebro, mas te dá uma ótima reflexão desse tema já tão abordado, mas incansável de ser admirado <3

Até mais, migos!
Ariana Magalhães

6 comentários:

  1. Curti a indicação. Gosto de filmes com essa pegada. :D

    Beijos, bloguntilwedie.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também aaamo filmes assim ♥ despretensiosos e lindos! Muito obrigada pelo seu comentário, volte sempre por aqui!

      Beijos

      Excluir
  2. Valeu a dica já quero ver. Bjs!
    Teddy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço a sua visita! Beeijos no core♡

      Excluir
  3. Respostas
    1. Supeeer indico! Você vai amar! E pros fãs do Daniel, outro filme dele vai estrear nesse mês ou no próximo, se não me engano né? Já tô louca pra assistir!

      Bjooos

      Excluir